Surdos Famosos

BRENDA COSTA é carioca, atualmente com 22 anos de idade e modelo desde os 16 anos, 1,77 metros de altura, 55 quilos,suas medidas são 88-61-92. Surda desde o nascimento.

Em entrevista no programa do JÕ SOARES contou que foi até a agência de publicidade MEGA fazer um teste, tendo sido recusada por ser surda. Saiu chorando e no elevador cruzou com o dono da agência que vendo-a com tão deprimida, quis saber o que havia ocorrido e este que tem um filho surdo, reconheceu o seu potencial e a sua capacidade de superar eventuais dificultadades, fez novo teste e a aceitou como modelo. Hoje (em 2005), aos vinte e dois anos de idade, ela é uma das modelos brasileiras mais solicitadas em todo o mundo.

Consegue entender através da leitura labial, fala com muita fluência, graças ao trabalho dedicado de sua fonoaúdiologa, DRA. WALDEREZ PRASS LEMES.

Sente as vibrações da música e consegue dançar. Já desfilou no sambódromo diversas vezes, deixando a platéia extasiada.

______________________________________________


“Vivia no silêncio porque não me comunicava. É esse o verdadeiro silêncio?(…). O silêncio, tem pois um sentido exclusivamente meu,o de ser a ausência da comunicação. Em outras palavras: nunca vivi um silêncio completo. Tinha meus barulhos pessoais, inexplecáveis para quem escuta. Tenho minha imaginação e ela tem seus barulhos em imagens”

______________________________________________

…O problema  auditivo do ex-presidente BILL CLINTON  foi causado por ouvir música com volume muito alto durante a sua juventude na época em fazia parte de uma banda na qual tocava saxofone …

Vitimado, aos cinco aos de idade, por febre escarlatina adquiriu profunda.
Graduou-se na escola para surdos em Berkely.
Foi para Paris onde estudou escultura com o escultor também surdo, Paul
Chopin.
Criou estáduas de bronze  em competições que lhe trouxe grande reputação.
Criou a famosa escultura “The football Players”, que permance há mais
de um século no campus da universidade.
Foi vice presidente da Federação Internacional de Surdos

O Pintor Goya
O pintor espanhol GOYA ao ficar surdo mundo o seu estilo de pintar.

Histórico

Em 1971, a Diretoria do Lions Clubs International declarou que o dia 1º de junho seria lembrado como o “Dia de Helen Keler”.  Os Leões do mundo inteiro implementam projetos de serviços relativos à visão no Dia de Helen Keller.
Helen Keller
Nascida Helen Adams Keller, em 27 de junho de 1880 em Tuscumbia, Alabama, EUA, a criança desenvolveu uma febre aos 18 meses de idade.  Em seguida, Helen ficou cega, surda e muda.
Quando tinha seis anos, a professora Anne Mansfield Sullivan, da Perkins School for the Blind (Escola para cegos Perkins), foi contratada como professora de Helen.  A moça, de 20 anos, ensinou a Helen a linguagem de sinais e o braile. A história da professora e sua aluna foi recontada na peça e no filme de William Gibson, “The Miracle Worker (O milagre de Anne Sullivan)”.
Aos dez anos, Helen Keller aprendeu a falar.  Sarah Fuller, da Escola Horace Mann, foi sua primeira professora de linguagem.
Em 1898, Helen entrou para a Cambridge School for Young Ladies (Escola para moças Cambridge).  No outono de 1900, Helen matriculou-se no Radcliffe College.  Conseguiu o bacharelado cum laude (com louvor) em Letras em 1904.
Através dos anos, Anne Sullivan permaneceu ao lado de sua aluna.  Ela formava letras na mão de Helen para compreensão de livros de texto, palestras da faculdade e conversação.
A cruzada pessoal de Helen Keller
Em 1915, Helen juntou-se à primeira diretoria do Permanent Blind Relief War Fund (Fundo permanente de ajuda aos cegos de guerra), mais tarde conhecido como American Braille Press (Imprensa braile americana).
Em 1924, a jovem fundou a Helen Keller Endowment Fund (Fundo de dedicação Hellen Keller).  No mesmo ano, Helen ligou-se à American Foundation for the Blind (Fundação americana para portadores de deficiência visual) como conselheira para relações nacionais e internacionais.
Em 30 de junho de 1925, Keller discursou na Convenção do Lions Clubs Internacional, realizada em Cedar Point, Ohio, EUA.  Desafiou os Leões a se tornarem “paladinos dos deficiêntes visuais na cruzada contra a escuridão”. (Clique aqui para ler seu discurso na íntegra.)  Ela disse, “Eu sou sua oportunidade.  Estou batendo à sua porta.”
Em 1946, Helen Keller tornou-se conselheira para relações internacionais da American Foundation for Overseas Blind (Fundação americana para os deficientes visuais estrangeiros).  Visitou 35 países.
Sua vida virou filme.  “Helen Keller in Her Story” (Helen Keller e sua História) recebeu o “Oscar” de melhor documentário da Academia de artes e ciências cinematográficas em 1955.
Helen Keller fez sua última aparição pública em Washington, D.C., EUA, em 1961. Recebeu o Prêmio Humanitário Lions por uma vida inteira de dedicação.
Helen morreu em 1º de junho de 1968, aos 87 anos.  Seu pedido para os Leões, 43 anos antes, inspirou a organização internacional a adotar o Programa Conservação da visão e trabalho com deficientes visuais como uma de suas principais iniciativas de serviço.
Em 1971, o Lions do Alabama dedicou-lhe o Helen Keller Memorial Park.  O parque está localizado no local onde ela nasceu, um lugar chamado Ivy Green.  Desde a dedicação do parque, Leões de 37 países têm enviado presentes.  O ponto central do memorial é um busto de Helen Keller com uma placa gravada em que se lê, “Eu sou sua oportunidade”.
Para obter mais informações, entre em contato com o Departamento de desenvolvimento de programas na Sede do Lions Clubs International, através do endereço: executiveservices@lionsclubs.org.

foto de Helen Keller

Histórico

Em 1971, a Diretoria do Lions Clubs International declarou que o dia 1º de junho seria lembrado como o “Dia de Helen Keler”.  Os Leões do mundo inteiro implementam projetos de serviços relativos à visão no Dia de Helen Keller.
Helen Keller
Nascida Helen Adams Keller, em 27 de junho de 1880 em Tuscumbia, Alabama, EUA, a criança desenvolveu uma febre aos 18 meses de idade.  Em seguida, Helen ficou cega, surda e muda.
Quando tinha seis anos, a professora Anne Mansfield Sullivan, da Perkins School for the Blind (Escola para cegos Perkins), foi contratada como professora de Helen.  A moça, de 20 anos, ensinou a Helen a linguagem de sinais e o braile. A história da professora e sua aluna foi recontada na peça e no filme de William Gibson, “The Miracle Worker (O milagre de Anne Sullivan)”.
Aos dez anos, Helen Keller aprendeu a falar.  Sarah Fuller, da Escola Horace Mann, foi sua primeira professora de linguagem.
Em 1898, Helen entrou para a Cambridge School for Young Ladies (Escola para moças Cambridge).  No outono de 1900, Helen matriculou-se no Radcliffe College.  Conseguiu o bacharelado cum laude (com louvor) em Letras em 1904.
Através dos anos, Anne Sullivan permaneceu ao lado de sua aluna.  Ela formava letras na mão de Helen para compreensão de livros de texto, palestras da faculdade e conversação.
A cruzada pessoal de Helen Keller
Em 1915, Helen juntou-se à primeira diretoria do Permanent Blind Relief War Fund (Fundo permanente de ajuda aos cegos de guerra), mais tarde conhecido como American Braille Press (Imprensa braile americana).
Em 1924, a jovem fundou a Helen Keller Endowment Fund (Fundo de dedicação Hellen Keller).  No mesmo ano, Helen ligou-se à American Foundation for the Blind (Fundação americana para portadores de deficiência visual) como conselheira para relações nacionais e internacionais.
Em 30 de junho de 1925, Keller discursou na Convenção do Lions Clubs Internacional, realizada em Cedar Point, Ohio, EUA.  Desafiou os Leões a se tornarem “paladinos dos deficiêntes visuais na cruzada contra a escuridão”. (Clique aqui para ler seu discurso na íntegra.)  Ela disse, “Eu sou sua oportunidade.  Estou batendo à sua porta.”
Em 1946, Helen Keller tornou-se conselheira para relações internacionais da American Foundation for Overseas Blind (Fundação americana para os deficientes visuais estrangeiros).  Visitou 35 países.
Sua vida virou filme.  “Helen Keller in Her Story” (Helen Keller e sua História) recebeu o “Oscar” de melhor documentário da Academia de artes e ciências cinematográficas em 1955.
Helen Keller fez sua última aparição pública em Washington, D.C., EUA, em 1961. Recebeu o Prêmio Humanitário Lions por uma vida inteira de dedicação.
Helen morreu em 1º de junho de 1968, aos 87 anos.  Seu pedido para os Leões, 43 anos antes, inspirou a organização internacional a adotar o Programa Conservação da visão e trabalho com deficientes visuais como uma de suas principais iniciativas de serviço.
Em 1971, o Lions do Alabama dedicou-lhe o Helen Keller Memorial Park.  O parque está localizado no local onde ela nasceu, um lugar chamado Ivy Green.  Desde a dedicação do parque, Leões de 37 países têm enviado presentes.  O ponto central do memorial é um busto de Helen Keller com uma placa gravada em que se lê, “Eu sou sua oportunidade”.


Um exemplo de cientista que se inspirou nos escritos de Julio Verne, foi o russo Konstantin Tsiolkovsky. Além de um visionário, como Julio Verne, ele foi a primeira pessoa a tratar de forma séria a ciência de foguetes.
Konstantin Tsiolkovsky era surdo, resultado de uma febre escarlate. Por
isso, não teve educação, tendo que aprender tudo por si mesmo. O autor da famosa frase “Com certeza a Terra é o berço da humanidade, mas não podemos viver nele sempre”  também falou que a surdez de grande importância para ele, pois lhe dava forças para mostrar para ele e para outras pessoas que ele não era menos capacitado por causa da sua deficiência. Seus estudos estão relatados em 500 artigos. Seu artigo mais importante”Research into Interplanetary Space by Means of Rocket Power.” (Pesquisa do Meio Interplanetário por meio de Foguetes) ele explica como um foguete pode voar no vácuo, coisa que era impossível para muitos cientistas da época.
Outra grande contribuição foi a sugestão de usar combustíveis liquidos
para propulção, pois estes, são muito mais controláveis e uma performace melhor do que combustíveis sólidos


LOU FERRIGNO


“If I hadn´t lost my hearing, I wouldn´t be where I am now,” he said in a recent release. “It forced me to maximize my own potential. I have to be better than the average person to succeed.”

Lou Ferrigno is the “Hulk” actor from the “Incredible Hulk” television show. At a young age he suffered an 85 percent loss of hearing due to an ear infection. Ferrigno has starred in over 15 movies and played professional football for the Toronto Argonauts. He has also won several bodybuilding titles, including Mr. America and Mr. International. At age 21, Ferrigno was the youngest athlete to ever win the Mr. Universe title, a record that has yet to be

Ronald Reagan usava aparelho de surdez e durante a sua presidência houve um aumento dramático na venda de aparelhos de surdez. O contrário ocorreu na durante o mandato do presidente Bill Clinton, quando a indústria de aparelhos auditivos foi fortemente afetada.

Anúncios

7 comentários em “Surdos Famosos

  1. Meus caros, sou surdo, e gostaria de solicitar informação completa sobre história e vida dos pintores surdos do mundo, como famosos e também contemporâneos para o fim de ter bons conhecimentos dedicando-se à passagem de escrever um livro. Muito obrigado. Sinceros cumprimentos. Renato Pereira

  2. Fone:
    32491193/06281150092

    Assunto: sonho
    ser modelo e Estilitsa e porf passaerla
    e novela………..
    “Tenha uma boa
    tarde. Senhores! Eu sou defeciente
    auditivo..Sonho muito ser modelo e
    estilista, professor passarela e novela;
    quero trabalha como professor em outra
    cidade, porque aqui tenho enfrentado
    muito preconceito por ser surdo.Pretendo
    fazer faculdade de moda, mas para isso
    preciso de um emprego para pagar meus
    estudos.posso também ser garoto
    propaganda, atuar na tv, aparecer em
    revista, etc.seu o primeiro surdo que
    segue a carreira de modelo, aqui em
    Goiania.aceito trabalhar em agências de
    São Paulo ou Rio de Janeiro, já tenho
    um certificado de postura e
    passarela.Peço a sua ajuda para eu
    realizar o meu sonho. Agradeço.
    Renato. Obrigado
    me ajuda ser famoso
    mundo mt sonho… obrigado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s