Encenação para Dia dos Namorados – O BEIJO

O BEIJO

Preparação:

Muitos jovens acham que o dinheiro que gastam quando saem com alguém do sexo oposto é um tipo de “adiantamento” pelo que deve acontecer no final do encontro. Essa esquete os ajuda a refletir sobre suas expectativas com relação a um encontro. Também lhes oferece a oportunidade de ver como seus valores cristãos influenciam seu namoro.

Peça que os atores pronunciem suas falas de modo rápido e intenso.

Personagens:

  • Alexandre: o namorado
  • Fernando: irmão de Alexandre
  • Pai: Pai de Alexandre e Fernando

Cenário:

Uma sala de estar

(Alexandre e Fernando entram conversando)

Fernando Você está entendendo o que estou dizendo? Você está entendendo? Você está entendendo o que estou dizendo? Você está entendendo?

Fernando Não. O que você está me dizendo? Eu perguntei onde você foi ontem à noite. Eu cheguei em casa depois do ensaio e você já tinha saído. Não. O que você está me dizendo? Eu perguntei onde você foi ontem à noite. Eu cheguei em casa depois do ensaio e você já tinha saído.

Alexandre Eu estou lhe dizendo: “Bárbara” – é isto que eu estou lhe dizendo.

Fernando Bárbara? Bárbara?

Alexandre Não foi isso que eu disse? Não foi isso?

Fernando Você disse Bárbara Você disse Bárbara

Alexandre Eu disse Bárbara e eu; foi isso o que eu disse. Você está me escutando? Eu disse Bárbara e eu; foi isso o que eu disse. Você está me escutando?

Fernando Estou. Você… Estou. Você…

Alexandre E Bárbara E Bárbara

Fernando Bárbara. Bárbara.

Alexandre Bárbara. Bárbara.

Fernando Você e Bárbara? Você e Bárbara?

Alexandre Eu não sou o Alexandre? Eu e Bárbara estamos saindo juntos.

Fernando Está brincando. Saindo juntos? Diga que você está brincando. Está brincando. Saindo juntos? Diga que você está brincando.

Alexandre Estou dizendo a verdade – eu e Bárbara completamente sozinhos num daqueles encontros de sonho. Como vou explicar?

Fernando Com detalhes. Com detalhes.

Alexandre Você quer detalhes? Não acredito! Ele quer detalhes. Inacreditável!

Fernando Você beijou ela? Você beijou ela?

Alexandre Se eu beijei a Bárbara? Será que eu ouvi bem? Se eu beijei ela? Você está entendendo o que eu estou dizendo? Será que você faz idéia do que eu estou falando? Se eu beijei a Bárbara? Será que eu ouvi bem? Se eu beijei ela? Você está entendendo o que eu estou dizendo? Será que você faz idéia do que eu estou falando?

Fernando E ela beija bem? E ela beija bem?

Alexandre O que foi que eu disse? Eu não disse “i-na-cre-di-tá-vel”? O que foi que eu disse? Eu não disse “i-na-cre-di-tá-vel”?

Fernando Foi isso o que você disse. Foi isso o que você disse.

Alexandre Não vou repetir Não vou repetir

Fernando Não precisa. E então, onde vocês estavam? Na varanda? No carro? Onde? Não precisa. E então, onde vocês estavam? Na varanda? No carro? Onde?

Alexandre Onde? Que onde? Estou falando da Bárbara. Eu e Bárbara, à luz de velas no “Bom Gourmet Restaurante”. Onde? Que onde? Estou falando da Bárbara. Eu e Bárbara, à luz de velas no “Bom Gourmet Restaurante”.

Fernando Você a levou ao “Bom Gourmet Restaurante? Eles usam guardanapo de linho lá! Você não pode se dar a esse luxo. Você a levou ao “Bom Gourmet Restaurante? Eles usam guardanapo de linho lá! Você não pode se dar a esse luxo.

Alexandre Bom Gourmet Restaurante. Bom Gourmet Restaurante.

Fernando Foi lá que você a beijou? Foi lá que você a beijou?

Alexandre Dá um tempo, cara! Estou falando da Bárbara. Estou falando de mim, do “Bom Gourmet Restaurante” Estou falando de uma cena. Dá um tempo, cara! Estou falando da Bárbara. Estou falando de mim, do “Bom Gourmet Restaurante” Estou falando de uma cena.

Fernando Quem fez a cena? Quem fez a cena?

Alexandre Atrizes, atores, no palco. Atrizes, atores, no palco.

Fernando Você a beijou numa peça de teatro? Você a beijou numa peça de teatro?

Alexandre E eu tenho cara de quem beija numa peça de teatro? E eu tenho cara de quem beija numa peça de teatro?

Fernando Eu acho que você beijaria em qualquer lugar que fosse possível. Eu acho que você beijaria em qualquer lugar que fosse possível.

Alexandre Você é um pervertido! Você é um pervertido!

Fernando Sou seu irmão. Sou seu irmão.

Alexandre Será que você poderia fechar essa boca e me ouvir? Ou então eu não conto mais nada. Será que você poderia fechar essa boca e me ouvir? Ou então eu não conto mais nada.

Fernando Vou ficar quieto. Vou ficar quieto.

Alexandre E ouvir? E ouvir?

Fernando Estou ouvindo. Estou ouvindo.

(neste momento o pai entra silenciosamente por trás deles. Sem ser notado, ele pára e escuta a conversa)

Alexandre Ótimo. Quando voltamos para a casa dela – eu disse a casa – quer dizer, uma mansão é o que eu queria dizer. Ela me convidou para entrar – é, convidou foi o que eu disse. A casa está quieta; todo mundo já dormindo. Nós nos sentamos no sofá, e no que é que eu estou pensando?

Fernando Você está pensando naqueles lábios. Você está pensando naqueles lábios.

Alexandre Estou pensando que somos Bárbara eu. É nisto que estou pensando. Estou pensando que somos Bárbara eu. É nisto que estou pensando.

Fernando E foi nessa hora que você a beijou? E foi nessa hora que você a beijou?

Alexandre Estou pensando, foi isso o que eu disse. E ela sorri para mim como só ela sabe sorrir. Estou pensando, foi isso o que eu disse. E ela sorri para mim como só ela sabe sorrir.

Fernando Conheço aquele sorriso. Conheço aquele sorriso.

Alexandre E ela me agradece pela noite maravilhosa que tivemos. Dá para acreditar? Ela me agradece por Ter sido Um perfeito cavalheiro. De quem estamos falando? De mim – cavalheiro.

Fernando Foi quando você a beijou. Foi quando você a beijou.

Alexandre Um cavalheiro ela disse – e eu olhando naqueles olhos. Os olhos da Bárbara.

Fernando Conheço aqueles olhos. Conheço aqueles olhos.

Alexandre Ela me beijou. Ela me beijou.

Fernando (duvidando) O quê? (duvidando) O quê?

Alexandre Bem aqui no rosto. Bem aqui no rosto.

Fernando cara, cara – (empolgado, ele pára; então pensa rapidamente) no rosto?

Alexandre smack! Bem aqui no rosto. smack! Bem aqui no rosto.

Fernando E foi quando você a beijou. E foi quando você a beijou.

Alexandre Que nada. Foi só isso. Foi inacreditável. Um perfeito cavalheiro. Que nada. Foi só isso. Foi inacreditável. Um perfeito cavalheiro.

Fernando No rosto. Tudo isso por um beijo no rosto. No rosto. Tudo isso por um beijo no rosto.

Alexandre Ahã…. Ahã….

Fernando Mas e o “Bom Gourmet Restaurante” , a peça… um beijo no rosto?

Alexandre Será que você está me ouvindo? Acho que não. Estou tentando dizer uma coisa. Você entendeu errado. Não é o dinheiro. Não é um investimento para Ter um retorno no final da noite. É sobre respeito que eu estou falando. É sobre a pessoa com quem você está. Foi o melhor beijo da minha vida. Será que você está me ouvindo? Acho que não. Estou tentando dizer uma coisa. Você entendeu errado. Não é o dinheiro. Não é um investimento para Ter um retorno no final da noite. É sobre respeito que eu estou falando. É sobre a pessoa com quem você está. Foi o melhor beijo da minha vida.

Pai (fala, assustando os dois) Rapazes, é hora do jantar. (fala, assustando os dois) Rapazes, é hora do jantar.

Fernando (falando para Alexandre) Você está louco. (sai passando pelo pai) Você deve Ter perdido um parafuso. Chame aqueles caras do manicômio, pai; ele endoidou de vez. (sai) (falando para Alexandre) Você está louco. (sai passando pelo pai) Você deve Ter perdido um parafuso. Chame aqueles caras do manicômio, pai; ele endoidou de vez. (sai)

( Alexandre também sai; ao passar na frente do pai, este o segura pelo braço)

Pai Alexandre, eu sei que não sou de elogiar, mas estou realmente orgulhosos de você. Alexandre, eu sei que não sou de elogiar, mas estou realmente orgulhosos de você.

Alexandre Sabe de uma coisa, pai? (pensa)Eu também! (saem abraçados)

PERGUNTAS PARA DISCUSSÃO

1.. para os rapazes:
Ao sair pela primeira vez com uma garota, você espera receber um beijo de despedida? Se não, por quê? Se espera, no que você baseia sua expectativa? (por exemplo: na garota? Na reputação que ela tem? No que aconteceu durante o encontro? Em quanto você gastou?)

Em outros encontros com uma garota, quais são suas expectativas de receber um beijo antes de ir embora e por quê?

2.. Para as moças:
No primeiro encontro com um rapaz, quais são suas expectativas sobre um beijo no final do encontro? Você acha que deve dar um beijo? Se não, por quê? Se acha que sim, o que faz você pensar assim? (por exemplo: alguma coisa que ele diz? Alguma coisa que ele faz? Quanto ele gastou com você? Medo do que ele possa pensar? Medo do que os outros possam pensar?)

3.. Qual é a finalidade de um beijo de despedida?
4.. Como você definiria “ser um cavalheiro” / “Uma dama” num encontro?

5.. Qual seria a visão cristã a respeito de todas estas questões? O que a Bíblia diz sobre encontros e comportamento nos encontros? (leia filipenses 4:8 para começar este debate.)

Anúncios

2 comentários em “Encenação para Dia dos Namorados – O BEIJO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s