O Uso da Calça Para Mulheres e a Questão do Seu Uso na Igreja

  

Calça x Saia

Não entendo porque a igreja, ou algumas igrejas proíbem o uso de calças compridas pelas mulheres. Me ajude a entender o assunto. Quero viver uma vida correta, mas este assunto não está claro para mim.
Minha Resposta Para Você:
Sua pergunta traz um assunto muito polêmico. Espero que você e cada leitor possam ler esta resposta em busca de uma compreensão maior sobre o assunto. As questões polêmicas as vezes exaltam os ânimos, mas é importante lembrar que o respeito e o amor são virtudes supremas de um cristão.
Para que você possa entender o assunto, é importante destacar que a questão do uso de calça comprida pelas mulheres está baseada em dois pontos:
1. Manter as mulheres com uma aparência diferente do homem;
2. Não destacar as formas do corpo da mulher.
Estes motivos tem o seu valor até hoje. No passado, o uso de saia ou calça comprida determinava se uma mulher os cumpria ou não. Os homens, ao usarem calças e as mulheres saias, poderiam facilmente ser distinguidos. Ao mesmo tempo, as longas e folgadas saias, cobriam o corpo sem chamar a atenção para ele. O corpo do homem não era explorado sensualmente, apenas o da mulher. Por isso, ela precisava estar bem coberta e ele não.
Antes de continuar, é preciso entender que na Bíblia encontramos princípios e costumes. Princípios são as orientações imutáveis de Deus para Seu povo. Costumes são as formas usadas para colocar em prática estes princípios. Os princípios nunca mudam, não importa o tempo. Os costumes variam de acordo com a época. As duas palavras que a Bíblia apresenta para descrever o princípio do vestuário cristão são: modéstia e decência. Independente da época, estes dois valores não podem ser esquecidos.
Explicando melhor:
Roupa Modesta – não tem por objetivo chamar a atenção, nem consome excesso de recursos.Roupa decente – cobre o corpo e não chama a atenção para ele.
Houve uma época na história, anterior ao tempo de Cristo, onde usar roupas de peles era modesto (os camponeses as usavam), e as de tecido eram vaidade. Apenas os mais ricos podiam comprar os tecidos (em apocalipse 15:6 João se refere ao linho como um tecido nobre). Hoje já acontece o contrário. Quem usa roupas de pele foge ao princípio da modéstia, mas quem as usa de tecido pode estar dentro dele.
No oriente, durante o período bíblico (em alguns lugares até hoje) a roupa de homem e mulher eram bem diferentes daquilo que usamos no ocidente, e especificamente aqui no Brasil. O homem usava uma túnica, ou um vestidão e a mulher também, mas com a diferença de que sua túnica possuía uma costura especial entre as pernas, para.protegê-la melhor. Poderíamos até dizer que os homens usavam um vestido e as mulheres algo como uma calça. Hoje a situação esta completamente invertida. Dá para notar, que os costumes mudaram, mas o princípio se manteve, mesmo através de todas estas mudanças.
O mundo tem mudado muito radicalmente nos últimos anos, e a aplicação do princípio tem de ser avaliada. A alguns anos atrás, quando as mulheres usavam saias até a altura dos calça compridados, um homem não poderia ver seus tornozelos pois ficava excitado. A mulher usava saias muito longas, para evitar que isso acontecesse. Hoje, com as mulheres semi-nuas pelas ruas, praias ou meios de comunicação, ver o tornozelo de uma mulher já não representa quase nada para o homem. Por isso mesmo, as igrejas tem entendido que uma saia na altura do joelho é decente, pois não mexe com a excitação masculina.
O problema maior hoje, já não é o comprimento da saia, mas a sua costura. Algumas são até longas, mas são muito justas, outras tem “rachos” que mostram demais. Você veja, como as coisas devem ser adaptadas às tendências e tentações de cada período. Os costumes mudam, exatamente para poder manter os princípios.
Vamos falar da calça comprida, novamente. Até pouco tempo atrás, quando as mulheres estavam exclusivamente em casa, a calça comprida era a roupa do homem, e a saia a roupa da mulher. Só que com a entrada da mulher no mercado de trabalho, foi necessário ter uma roupa que lhe desse a mesma proteção e agilidade que o homem. Ai a calça comprida passou a ser usada pela mulher.
Hoje você tem mulheres que praticam esportes, andam de moto, trabalham em serviços que exigem muita mobilidade, e para todas elas, a calça comprida é a única roupa decente. Com isso, a questão deixou de ser permitir ou não o uso de calça comprida, mas o modelo e o lugar para usa-las, visando não destacar o corpo da mulher e não iguala-la ao homem, bem como ser modesta e decente. O papel da igreja deve ser em orientar as irmãs quanto a estes princípios, de modo que o uso da calça comprida não venha feri-los, mas ao mesmo tempo dar a elas a possibilidade de se adaptar a realidade do mundo atual (mercado de trabalho e independência feminina).
Hoje existe calça comprida para mulher e calça comprida para homem. Existem calça comprida que modelam o corpo, e calça comprida mais folgadas que o cobrem e protegem. Isso deve sempre ser bem diferenciado.
Algumas mulheres perguntam: Se a calça comprida pode ser usada pela mulher, porque não usar calça comprida para ir à igreja? É preciso entender que a igreja é um local solene, tradicional e respeitoso. A saia ainda é a roupa clássica da mulher. Ela é solene e tradicional, por isso combina com o ambiente da igreja. A calça comprida é usada para a “sobrevivência” feminina, no dia a dia, e para que a mulher não acabe se tornando ridícula ou até mesmo provocante tendo de fazer algumas atividades de saia.
Um dos princípios do vestuário, é que ele se adapte ao ambiente. A questão da calça comprida e da saia estão dentro deste contexto.
Gostaria de concluir a questão, deixando claro que acima da questão do uso de calça comprida pela mulher está a questão do respeito. Se eu não concordo, e esta não é minha maneira de pensar, posso ajudar pessoas a verem a questão como eu, mas com amor e respeito. Por outro lado, se uma mulher usa calças compridas, mas isso é um motivo de escândalo em sua igreja ou região, em respeito às pessoas deveria evita-las (ver I Corintios 8). Quando há harmonia entre pessoas, posições e atitudes, o espírito de Deus trabalha melhor.
Maranata!
Fonte: CD Capacitando a Sua Liderança
Anúncios

10 comentários em “O Uso da Calça Para Mulheres e a Questão do Seu Uso na Igreja

  1. Adoreiiii,esclareceu muita coisa na minha mente
    Sempre preferi as saias,justamente por causa das curvas
    Do meu corpo,acho q calça modela mais,odeio chamar atenção.
    Mas não tinha o conhecimento que esse artigo me trouxe.

  2. A Paz!
    A vestimenta mais importante do discípulo verdadeiro de Jesus é interna e espiritual.
    A vestimenta mais importante do discípulo verdadeiro de Jesus é interna e espiritual. Ele já tem removido os panos sujos de pecado e maus pensamentos, e tem os substituído por novas roupas de santidade e entendimento da vontade de Deus (veja Colossenses 3:1-16). Ele procura cada dia ser mais parecido com seu Senhor, e se esforça para desenvolver as atitudes piedosas que Jesus ensinou e demonstrou (Mateus 5:1-12). Essas transformações internas vão modificar seu comportamtento externo, é claro. Ele não vai mentir ou furtar como pessoas mundanas (Efésios 4:25-29). Todos os aspectos da vida dele são colocado sob controle do Deus santo a quem ele serve (1 Pedro 1:13-16).

    Através da História, homens e mulheres têm lutado com a questão de como essa transformação interna deve ser refletida exteriormente.Deve o servo de Deus se vestir de um modo diferente do que as pessoas do mundo? Respostas a essa pergunta são quase tão diversas como as modas numa loja de roupas. Alguns argumentam que a vestimenta dos servidores de Deus devem ser completamente diferentes do que as das pessoas do mundo. Resultados de tais pensamentos incluem as trajes tradicionais de ordens religiosas especiais e outras roupas peculiares, como as adotadas pelo povo Amish. Outros vão ao extremo oposto, dizendo que os cristãos devem ser iguais ao mundo e que eles podem seguir todas e quaisquer modas do mundo.

    Deus nos ensina como nos vestir

    Quando Deus fala sobre algum assunto em todas as épocas da história bíblica, devemos reconhecer que é importante. Por exemplo, ele ensina sobre a permanência de casamento no período dos patriarcas, na dispensação da lei de Moisés, e no Novo Testamento. Enquanto não adotamos do Antigo Testamento leis específicas sobre o casamento, nós entendemos os princípios do Novo Testamento com a ajuda do Antigo Testamento. Percebemos que são diversos os assuntos que são incluídos em todas as épocas de revelação divina: adultério, idolatria, a importância de sacrifícios apropriados, comer sangue, matar, etc. Desde o jardim de Éden, Deus tem orientado seu povo sobre roupas modestas. Vamos procurar entender esse ensinamento, e tenhamos a fé e o amor suficiente para aceitar o que ele diz, mesmo se não o compreendemos (Isaías 55:6-9).

    Deus ensina o povo a se vestir com modéstia

    Adão e Eva. “Ora, um e outro, o homem e sua mulher, estavam nus e não se envergonhavam” (Gênesis 2:25). Na sua inocência, antes de cometer o primeiro pecado, era normal para Adão e Eva estarem nus, mesmo andando no jardim na presença de Deus. A mesma inocência é vista em criancinhas ainda não corruptas pelo pecado. Mas, quando Adão e Eva conheceram a diferença entre o bem e o mal, ficaram envergonhados e imediatamente fizeram algum tipo de roupa mínima (Gênesis 3:7). A palavra usada aqui sugere que fizeram alguma coisa que foi embrulhada no corpo, evidentemente escondendo as partes mais íntimas do corpo. Mas Deus não aprovou esse tipo de roupa. Ele lhes fez uma vestimenta de peles (Gênesis 3:21). Essa palavra sugere um tipo de túnica. William Wilson, em seus Estudos de Palavras no Antigo Testamento, diz que essa vestimenta era um tipo de roupa usado por homens e mulheres que, tipicamente, tinha mangas e caiu até os joelhos, raramente aos tornozelos. O que podemos aprender desse primeiro caso? Deus quer que homens e mulheres usem roupas. Não somos como animais, que não sentem vergonha de sua nudez. Podemos entender, também, que a vontade de Deus desde o princípio é que usemos vestimentas que cobrem o corpo, não meramente alguma coisa embrulhada no corpo para esconder as partes mais íntimas. Cada servo de Deus precisa ser honesto e sincero aqui: as roupas de praia usadas hoje em dia seriam mais parecidas com as roupas que Deus fez, ou com as cintas que Adão e Eva fizeram?

    Sacerdotes do Velho Testamento. Ninguém hoje tem motivo para dizer que nós devemos usar roupas iguais aos trajes sagrados usados pelos sacerdotes do Antigo Testamento. Mas, nós podemos aproveitar uma lição importante do motivo que Deus deu junto com algumas regras. Primeiro, ele proibiu altares elevados, para que a nudez do sacerdote não fosse exposta (Êxodo 20:26). Mais tarde, ele acrescentou outra instrução para melhor evitar esse tipo de problema. Ele ordenou que os sacerdotes usassem calção em baixo de suas túnicas para cobrir a sua nudez (Êxodo 28:40-42). Deus especificou que o calção iria “da cintura às coxas”. Deus não queria que esses servos mostrassem as coxas expostas ao mundo. Hoje, homens do mundo tiram suas camisas e mostram suas coxas para todo o mundo na praia ou na rua. Homens que servem a Deus precisam perguntar para si, honestamente, se isso é realmente o que Deus pretendia que o povo santo fizesse.

    Roupas peculiares ao sexo oposto. Em Deuteronômio 22:5, Deus disse: “A mulher não usará roupa de homem, nem o homem, veste peculiar à mulher; porque qualquer que faz tais cousas é abominável ao Senhor, teu Deus.” Entendemos que não somos sujeitos às ordenanças dadas por meio de Moisés aos israelitas. Portanto, é esclarecedor entender o que Deus estava dizendo. Ele não estava proibindo que homens e mulheres usassem algum artigo de roupa semelhante. Na época, ambos os sexos usavam túnicas, como ambos homens e mulheres em muitas culturas hoje usam calças compridas. É errado usar esse versículo para condenar as mulheres que usam calças. Mas, Deus quer que mantenhamos distinções entre os sexos (veja, por exemplo, 1 Coríntios 11:14-15). Ele condena as perversões de homens que se vestem e se comportam efeminadamente (1 Coríntios 6:9).

    A vergonha da virgem da Babilônia. Quando Isaías profetizou, a nudez era, ainda, associada com vergonha. Quando ele descreveu o povo da Babilônia como uma virgem abusada, um aspecto da humilhação dela era que o inimigo descobriu suas pernas e sua nudez (Isaías 47:1-3). Mas hoje em dia, mulheres do mundo voluntariamente mostram suas pernas e ousam expor sua nudez, sem sentir nem um pouco envergonhadas. Será que tornamos tão dessensibilizados ao pecado, devido à cultura corrupta, que já esquecemos como sentir vergonha? (Veja Jeremias 8:5,8,9,11,12.) Como servos de Deus, temos que ser diferentes, não conformados aos costumes errados do mundo (Romanos 12:1-2). Precisamos saber como sentir vergonha.

    A modéstia e bom senso de mulheres cristãs

    Agora, vamos ver duas passagens semelhantes no Novo Testamento. “Da mesma sorte, que as mulheres, em traje decente, se ataviem com modéstia e bom senso, não com cabeleira frisada e com ouro, ou pérolas, ou vestuário dispendioso, porém com boas obras (como é próprio às mulheres que professam ser piedosas)” (1 Timóteo 2:9-10). “Não seja o adorno da esposa o que é exterior, como frisado de cabelos, adereços de ouro, aparato de vestuário; seja, porém, o homem interior do coração, unido ao incorruptível trajo de um espírito manso e tranqüilo, que é de grande valor diante de Deus. Pois foi assim também que a si mesmas se ataviaram, outrora, as santas mulheres que esperavam em Deus, estando submissas a seu próprio marido” (1 Pedro 3:3-5). Esses trechos não são idênticos (1 Timóteo fala sobre mulheres em geral, enquanto 1 Pedro fala sobre a mulher cujo marido não é cristão), mas há vários pontos paralelos. Vamos estudar alguns pontos chaves.

    Jóias. É comum ouvir alguém usar esses versículos para proibir absolutamente todos os tipos de jóias, enfeites de cabelo, etc. Mas esse não é o sentido do texto. A Bíblia, às vezes, usa essa construção (Não faça isso, mas faça aquilo) para enfatizar o que é mais importante, sem proibir o menos importante. João 6:27 é um exemplo claro: “Trabalhai, não pela comida que perece, mas pela que subsiste para a vida eterna, a qual o Filho do homem vos dará….” Jesus não está proibindo trabalho honesto para suprir as necessidades da vida (compare 2 Tessalonicenses 3:10; 1 Timóteo 5:8), mas está dizendo que devemos dar muito mais importância às coisas espirituais. Da mesma forma, Paulo e Pedro não proibiram o uso de jóias ou estilos de cabelo, mas disseram que mulheres piedosas devem dar mais ênfase à pessoa interior. É interessante que tanto Paulo como Pedro usaram exemplos do Antigo Testamento para explicar seu ensinamento. No Velho Testamento, jóias eram comuns, até entre as mulheres fiéis a Deus (veja Isaías 61:10; Provérbios 1:9; Gênesis 24:22,30,53). Excessos devem ser evitados, mas esses servos de Deus não proibiram o uso modesto de jóias.

    Aqui, é bom observar que os escritos inspirados do Novo Testamento usaram exemplos do Velho Testamento para mostrar como o povo de Deus se veste.

    A modéstia começa no coração. Os dois autores, Paulo e Pedro, fazem uma ligação importante entre o coração e as roupas. Algumas mulheres vão insistir em usar o tipo de roupas que elas querem, dizendo que ninguém pode mostrar onde Deus especificamente proibiu mini-saias, ou mini-blusas, ou biquinis, ou roupas muito justas. O problema nesses casos não é a falta de alguma regra específica nas Escrituras, mas a ausência de uma atitude certa no coração. Regras no vestuário não fazem a mulher modesta. Se o coração estiver errado, a mulher não será mansa e modesta.

    A modéstia e bom senso. Em vez de dar uma lista de regras sobre vestimenta, Paulo apela à modéstia e bom senso das mulheres. Uma mulher (ou homem!) cujo entendimento é baseado nos princípios das Escrituras e cujo coração é dedicado a Deus, se vestirá decentemente. Ela não vai procurar chamar atenção por meios carnais, pelo uso de roupas dispendiosas ou que mostram o corpo.

    Manso e tranquilo. Pedro fala do espírito “manso e tranqüilo” como a base das roupas apropriadas. Paulo disse que nós todos devemos procurar viver uma vida “tranqüila e mansa” (1 Timóteo 2:2). O espírito manso e tranqüilo de cristãos — homens, mulheres e jovens — vai determinar o tipo de roupa que realmente agradará a Deus. Os cristãos farão diferença entre as roupas que refletem um espírito piedoso e as que sugerem carnalidade (veja Provérbios 7:10 — roupas fazem uma diferença!).

    Vestindo-se para agradar a Deus

    Muitas igrejas erram por inventar regras humanas sobre roupas. Mas, muitas outras erram por recusar a estudar e ensinar, cuidadosamente, o que Deus tem dito, para ajudar cada filho de Deus pensar e se vestir de uma maneira que glorifica o nome dele. Que possamos nos vestir para ele, começando com o próprio coração.–por Dennis Allan

  3. bem, ainda nao consegui me esclarecer muito, bem vou em uma igreja onde tem que usar saia, eu uso, porem sou alta e é dificilimo encontrar saia e vestidos na altura do joelho, e muitos me olham “atravessado” na igreja por isso, o que me faz muito mal, sem falar que em situações como andar de moto , bicicleta e fazer alguns tipos de limpesa de saia são quase impossiveis e mais ridiculos do que se estivessemos com uma saia, sem falar que saias e vestidos molinhos levantam com o vento, ja passei por cada situação por causa disso, o que quero realmente saber é se há uma passagem biblica que fale especificamente sobre saia, e se posso usar calça para andar de moto ou de bicicleta, aguardo uma resposta urgente

  4. Graça&Paz!!
    Creio que ao contrário daquilo que foi dito, as mulheres não começaram a usar calças por causa da entrada no mercado de trabalho, mas principalamente porque foi uma atitude de emancipação, revolta feminina. Daí a expressão: Quem vestes as calças em casa? Calças é um símbolo de autoridade(não autoritarismo), que também é realçado nas Escrituras e foi concedido ao homem.

    Gostaria também que pensassem e pudessem dar uma resposta clara, de como a Igreja deve reagir a alguns movimentos que estão lutando para que os homens vistam saias. Interessantemente os argumentos que são usados por eles para usarem saias, são os mesmos usados pelas mulheres para usarem calças. Não será isso uma contradição?

    Fico a aguardar resposta. Deus abençoe.

  5. Glória a Deus! esclareceu-me muito.
    Se nós queremos agradar a Deus (e isso começa no interior) obedeceremos. Eu, por exemplo, mudarei concerteza o modo de me vestir.
    Jesus advertiu sobre mudar o interior primeiramente, porque logo o exterior seria mudado naturalmente. Assim como pensamos assim seremos. Se eu quero santidade, uma das minhas atitudes será não chamar a atenção de homens, não os fazendo pecar.

    Amém!

  6. amigos tem coisa que so se dicernem espiritualmente! deixe eu perguntar::cada um da uma opiniao e se essa opiniao nao coincidir com os pensamentos de deus?????a biblia diz\ que os nossos pensamentos nao sao os pensamentos de DEUS .e agora?????a biblia diz que nos ultimos tempos averiam muitos falsos mestres que enganariam de tal forma a ponto se possivel ate os escolhidos de DEUS ENGANAR. analizou? eu visitei uma igreja cujo fundador e’ o missionario davi miranda e ele disse claramente que DEUS quer a santificaçao de 3 coisas distintas:santificaçao do corpo,da alma e do espirito.do corpo estao nas vestes.nao usar joias nem pilsens tatuagens etc. agora compare essa igreja com a do davi miranda! a forma de deus usar o davi miranda e’ milhoes de vezes superiror!!!.va pelo menos nos dias que ele tiver,nas quartas e principalmente nos domingos a partir das 16 ou 17 horas em diante.tire suas conclusoes .escute e analize o trabalho daquele homem.endereço:av.do estado 4568 proximo ao parque d’pedroII e da praça da se’ tire suas conclusoes .vereis a diferença entre o que serve a deus e o que nao serve.alguem da minha familia recebeu um milagre que nem vou contar.muito profundo mesmo.e eu sou testemunha leiam I TIMOTEO 1:3 EM DIANTE.SOBRE OS FALSOS MESTRES.PORVENTURA QUEM PODE PROVAR SE VCS NAO ESTAO ENGANDOS AQUI OU NAO?SE VARIAS PESSOAS MORTAS JA FORAM RESSUSCITADAS PELO DAVI MIRANDA E AI?NAO SERIA ESSE UM DOS PROFETAS ATUAIS?COMO NO TEMPO ANTIGO DEUS ESCOLHEU MOISES?SERA QUE DAVI MIRANDA NAO SERIA UM MOISES ATUAL?VA LA E VEJA A DIFERENÇA,EU SEI QUE MUITOS AQUI SAO HUMILDES E CURIOSO COMO FOI A RAINHA DE SABA.OUVIU FALAR DE SALOMAO E ELA FOI E VIU MUITO MAIS.EU NAO POSSO GABAR NEM EXALTAR HOMEM ALGUM MAS A DEUS .POREM O QUE ESSE HOMEM FAZ E O QUE VI NAO ME DEIXA DUVIDAS QUE E’ PROFETA MESMO???OSEIAS 8:04 FALA DOS PASTORES DE ISRAEL.JA PENSOU SE NOSSOS PASTORES FOREM ESSES DO PASSADO?

  7. CONCORDO EM PARTE COM O COMENTARIO , MAIS DISCORDO EM UM PONTO .NAO PODEMOS ACHAR QUE O USO DA CALÇA PARA A MULHER QUANTO SE PODER USAR NO TRABALHO E NAO NA IGREJA , ISSO MOSTRA A INCOERENCIA , POIS DEUS NAO ACEITA PARCIALIDADE , POIS DEUS E IMPARCIAL . E QUANTO AO USOS E COSTUMES DO NOVO TESTAMENTO QUANTO AO MODO DE SE VESTIR , O QUE DIZER DE JESUS QUE USAVA VESTES COMPRIDAS OU SEJA VESTIDO (TUNICA) QUANDO SE CONDENA E DA PUNIÇOES AS MULHERES , E O MESMO QUE DIZER QUE JESUS TAMBEM ANDAVA FORA DA DOUTRINA . HIPOCRISIA PURA DOS PREGADORES DE APARENCIA . DEUS OS TEM REJEITADO E PREPARADO PARA OS TAIS O FOGO DO INFERNO . ACIMA DE TODAS AS REGRAS E NORMAS ESTA A DOUTRINA DO AMOR , O LIVRAMENTO DO JUGO E DO FARDO , E A LIBERDADE DE ESCOLHA POIS ISSO E PESSOAL , POIS QUEM CONVENCE E O ESPIRITO DE DEUS . SE E PARA MANTER A APARENCIA ENTAO OS CHAMADOS PASTORES TERIAM QUE USAR CALÇOES , CEROULAS TUNICAS E ADE REÇOS DE PEDRAS PRECIOSAS POIS QUEM DETERMINOU O TIPO DE VESTE FOI DEUS .QUANTO AO USO DO PALETO E GRAVATAS SAIBAM PASTORES SANTAO , NAO FOI DEUS QUEM CONSTITUIU O USO , SE CONDENA TANTO OS IRMAOS POR NAO USAR O MESMO E AS IRMAS USAR CALÇA COMPRIDA , MAIS NAO PARAM PARA ANALISAR QUE A MODA HUMANA E NA MAIORIA DAS VEZES CONFECCIONADAS POR ESTILISTAS OS QUAI S NA MAIORIA SAO HOMOSSEXUAIS ,TIREM OS PALETOS E GRAVATAS POIS VOCES ESTAO COM ESPIRITO DE HOMOSSEXUAIS . SE O DIFERENCIAL E A APARENCIA O QUE DIZER DOS NOSSOS GOVERNANTES QUE USAM PALETO E GRAVATAS , OS QUAIS NAO PASSAM DE CORRUPTOS E LADROES . SE O CRENTE TEM QUE SER DIFERNTE PORQUE IMITAR OS TAIS . ISSO MOSTRA QUE A APARENCIA DINTE DE DEUS E NULA , HIPOCRISIA PURA TEMOS QUE NOS PORTAR COM DESCENCIA MODESTIA, E PUDOR. SANTIFICAÇAO NAO TEM NADA A VER COM USOS E COSTUMES MAIS SIM SER UMA NOVA CRIATURA EM CRISTO JESUS

  8. Amado a Paz do Senhor, eu entendo que uma calça, não tirar o Espírito Santo de uma mulher, sendo que tem mulheres que usam calças e são muito usadas por Deus, outra coisa que gera afastamento de pessoas das Igrejas é usar ou não os brincos as mulheres, brinco não tira o Espírito Santo também da mulher, creio eu que os pastores devam analisar se vem de Deus tanta condenação, tanta privação, que se a mulher não usa saia não pode cantar ou pregar, que se usa brinco é uma Jezabel, não pode fazer nada, a palavra de Deus condena quem coloca palavras na boca de Deus. Então queridos amados pastores, seja a função de cada um, tá na hora de pararem de condenar e rever tudo isso, a mesma coisa é pecado dançar na Igreja? Não é Davi dançava, sem estar na presença de Deus, Miriam também dançava sem estar na presença de Deus, Jesus dançou em um casamento isso não pregam né? assim como tem muito pastores dizem que é pecado assistir Televisão, mas muitos deles assistem. TV é pecado quando deixamos de ir na casa de Deus para assistir, isso sim. Agora, dizer que novelas são pecados que um monte de coisa é pecado é fácil, e falar mal das denominações não é pecado?, ensinar coisas erradas para o povo não é pecado?, lançar envelopes pedindo dinheiro dizendo que é oferta alçadas não é pecado?, dizer que dízimo trás a salvação não é pecado, que trás a cura e mais coisas que restaura famílias? Prestem atenção no que Jesus diz, e não no que homens dizem, homem manipula Jesus não.

  9. usar calça pode mas nao convem á mulher . só porq usa no trabalho ,tem q usar na igreja . se calça foi criada como simbolo de altoridade para distingui o homem da mulher e se foi dado como costume da nossa cultura , porq inventaram essa mania das mulheres usar calça? nem era pra mulher estar no mercado de trabalho, isso é uma coisa q o diabo inventou para as mulheres ter autoridade q é do homem. e em questao do versiculo q fala sobre o a mulher nao se vestir com vestimenta de homem. se nao é para nós cristao , entao é pra quem , tirando o povo da epoca? se nao fosse para nós nao estaria na biblia , assim como sobre as joias . se é para sermos diferentes do mundo , vamos fazer diferença como? só nas atitudes ? vergonha seria se os nossos irmaos da igreja primitiva estivessem vivos . e vissem as grandes avaresas q tem entrado na igreja. povo da porta larga é os q seguem os falsos mestres.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s